Pinheiral implanta sala de apoio pedagógico para educação inclusiva e irá ampliar serviço em 2020

Pinheiral implanta sala de apoio pedagógico para educação inclusiva e irá ampliar serviço em 2020

Compartilhe isso:

No ano de 2019 a Prefeitura Municipal de Pinheiral por meio da Secretaria Municipal de Educação implementou a Sala de Apoio Pedagógico Para Educação Inclusiva. O projeto que tem o objetivo de consolidar a aprendizagem por meio de atividades interativas, criando estratégias de ensino que contribuam para facilitar a aprendizagem dos alunos, bem como, nas atividades diárias já está funcionando nas escolas municipais Alzira Vargas do Amaral Peixoto e Domingas Alves Ferreira. No inicio do próximo ano serão implementadas em mais duas escolas, Centro Municipal de Ensino Roberto Silveira e Escola Municipal Maria do Carmo Fadul Ferreira.

“Trata-se de um instrumento pedagógico ofertado aos alunos de inclusão. Nessa sala os alunos são atendidos por um professor capacitado para tal que se utiliza de técnicas e materiais pedagógicos que auxiliam no desenvolvimento de habilidades e competências de alunos com deficiência. Atualmente temos uma na Escola Municipal Alzira Vargas e na Escola Municipal Domingas Alves Ferreira. Em 2020 serão implantadas mais duas (CME Roberto Silveira e EM Maria do Carmo). Esses salas visam atender os alunos de inclusão com a qualidade que merecem”, destacou a vice-prefeita, Sediene Maia dos Santos.

A diretora do departamento pedagógico da secretaria de educação, Maximilia Izabel Buchaim Pereira Brandão, explicou a importância da Sala de Apoio Pedagógico Para Educação Inclusiva.

“A Inclusão é uma inovação que implica um esforço de modernizar e reestruturar a natureza atual de nossas escolas. Aponta para a transformação de uma sociedade inclusiva e é um processo em que se amplia a participação de todos nos estabelecimentos de ensino regular, voltada para a cidadania global, plena, livre de preconceitos e que reconhece e valoriza as diferenças. A ideia da inclusão é mais que somente garantir o acesso à entrada de alunos nas instituições de ensino. O objetivo é eliminar obstáculos que limitam a aprendizagem e participação discente no processo educativo”, disse.