Meirelles critica ausência de Bolsonaro no debate da Globo: “Eleitor merece respeito”

Foto: Sérgio Lima

Meirelles critica ausência de Bolsonaro no debate da Globo: “Eleitor merece respeito”

Compartilhe isso:

A três dias dos brasileiros irem às urnas para escolher o novo presidente, os eleitores tiveram a última oportunidade para conhecer a proposta dos candidatos. No debate da TV Globo, o último antes do pleito, Henrique Meirelles, do MDB, criticou duramente a ausência de Jair Bolsonaro no encontro e afirmou que a atitude do militar demonstra “falta de respeito ao povo brasileiro”.

“Isto está errado e mostra alguém que não só está fugindo do debate, mas está fugindo do seu compromisso com a população. E o mais importante: não é meramente o debate. É a questão de estar aqui sujeito à críticas, sujeito à ataque, sujeito à discordância. Muitas vezes até ofensas ou coisas injustas ou falsas. Mas que, cada um de nós está aqui enfrentando isso com seriedade e respeito ao eleitor. E isso que é importante. O eleitor merece respeito”.

Ao ser perguntado por Marina Silva sobre a reforma trabalhista, Meirelles garantiu que há a necessidade de fazer alguns ajustes no texto, como, por exemplo, no tópico que trata da possibilidade de mulheres grávidas trabalharem em ambientes insalubres.

Ele também lembrou que a legislação trabalhista brasileira precisava ser modernizada “para fazer o país voltar a crescer”. Apesar disso, o ex-ministro da Fazenda foi firme ao defender que não se pode tolerar, em nenhuma hipótese, brasileiros trabalhando em condições desumanas.

“O trabalho escravo vai além do problema trabalhista. É uma questão de polícia. Nós temos aqui que garantir que as pessoas sejam tratadas com dignidade. Isso é uma questão de direitos humanos. Não é, meramente, uma questão trabalhista. O país tem que respeitar os seus cidadãos. Seja a empresa, seja o governo, sejam os trabalhadores e sejam os políticos – que têm que levar a política a sério, têm que levar o eleitor a sério”.

Para a educação, Henrique Meirelles disse que pretende valorizar a oportunidade de aprendizado para crianças de 0 a 5 anos através do programa Pró-Criança. A iniciativa tem o objetivo de criar oportunidade para que crianças pobres possam frequentar creches particulares. O candidato do MDB voltou a dizer também que, no momento de incertezas e extremismos, “o Brasil precisa de competência”.