MDB reúne presidentes de Diretórios Estaduais para discutir convenção

MDB reúne presidentes de Diretórios Estaduais para discutir convenção

Compartilhe isso:

A Convenção Nacional do MDB será realizada no dia 6 de outubro. Para afinar detalhes desse importante momento, a sigla reuniu os presidentes e representantes dos diretórios estaduais para ouvir suas contribuições.

Entre as principais preocupações destacadas pelos presentes está a atualização das bandeiras do partido e o direcionamento do discurso mais sintonizado com as necessidades atuais da sociedade brasileira.

“A ideia foi ouvir os presidentes dos Diretórios Estaduais sobre o andamento do processo do partido em sua renovação. Não serei candidato à presidente, mas continuarei contribuindo exercendo um outro tipo de papel. Acredito que foi um momento proveitoso para termos a contribuição de membros mais experientes, dialogando com os mais jovens do partido”, disse o presidente Nacional do MDB, Romero Jucá.

Ele ainda pontuou os resultados obtidos nas últimas eleições e lembrou que as demandas atuais requerem uma nova postura de todos os partidos políticos, especialmente, do MDB que sempre figurou entre os maiores do país. “Neste momento é importante construir uma candidatura de unidade para mantermos essa característica. Precisamos ter unidade de ação e bandeiras claras para apresentar à população. É hora dos partidos se reconstruírem, se ajustarem pra ter a condição efetiva de exercer um papel na disputa eleitoral de 2020 e 2022”.

Na Convenção, o partido tomará decisões importantes. Além de escolher o novo presidente da sigla, também deve aprovar o novo estatuto que entre outras propostas incluiu itens que tratam da ampliação da representatividade feminina nos Diretórios e Executiva Nacional.

“Nós precisamos fazer uma autocrítica porque nesta eleição todos os partidos sofreram mas especialmente, os de centro. Esse momento de fórum, e de discussão entre todos os Estados é importante para essa autocritica e para definir as nossas bandeiras”, destacou o presidente do diretório estadual de São Paulo e deputado federal, Baleia Rossi.

Para Marcelo Miranda, presidente do diretório estadual de Tocantins, o momento é de fortalecimento e retomada do crescimento do MDB. “Temos que buscar a renovação, com uma discussão mais clara com a nossa sociedade. Eu tenho comigo a chama do municipalistas e estou me preparando agora para percorrer os 139 municípios do nosso Estado, conversando com todos, buscando os companheiros que queiram vir somar conosco”.

Recém-eleito presidente do diretório estadual de Minas Gerais, o deputado Newton Cardoso Jr falou sobre a atenção que o partido deve ter para manter suas bases fortes nos municípios, a partir das eleições de 2020. “Precisamos reconhecer a história e todos que contribuíram para o crescimento do MDB e buscar a representação de cada Estado, o peso que cada um tem na formação do partido e no crescimento da sigla. Tenho certeza que ano que vem, vamos aumentar o número de vereadores, com a mudança das regras eleitorais, muitos vão passar para o MDB. Nós vamos reeleger ou eleger pessoas novas ou pessoas com muita história nesse partido e isso é fundamental para o crescimento no MDB a partir de então”, explicou.

Entre as principais sugestões apresentadas está a do presidente do diretório de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli que pediu a realização de pesquisa nacional, mas feita de maneira regionalizada, para sondar a percepção da população sobre o partido.

“Foi de dentro do MDB que saíram todos os demais partidos. Então, nós temos que parar de ser guardiões de todos os governos, porque assumimos o ônus de dar governabilidade e não recebemos o bônus, não aparece que fomos nós que fizemos. A pesquisa serve para entender o que pensa a sociedade na idade de 35 anos para baixo, nesses tempos modernos em que se tem fake, em que se critica a tudo e a todos, sem distinção e, vermos quais da bandeiras presidamos modernizar”, afirmou.