Macaé entre as 20 melhores cidades para investir do país

Foto - Arquivo Secom

Macaé entre as 20 melhores cidades para investir do país

Compartilhe isso:
Macaé é o único município do interior, que está entre as 20 melhores cidades do país para fazer negócios. A Capital Nacional do Petróleo ocupa a terceira posição do ranking, entre as cidades do Estado do Rio de Janeiro com maior potencial de investimentos. Na 17ª colocação de 2018 da Revista Exame, Macaé vem se reafirmando como protagonista no cenário de óleo e gás nacional.
Na edição anterior, em 2017, Macaé ocupava o 21º lugar, sendo que neste ano, a cidade subiu quatro posições. A pesquisa se baseia nos indicadores de desenvolvimento econômico, capital humano, desenvolvimento social e infraestrutura. O estudo destaca regiões do país com maior oportunidade de crescimento e atrativas para o desenvolvimento de negócios, considerando condições e infraestrutura disponíveis.

O ambiente favorável de negócios, impulsionado pelas ações de governo no fomento a retomada de empregos e atividades de suporte às operações na Bacia de Campos, colocam Macaé em posição de destaque da Região Sudeste.

Ao avaliar indicadores sociodemográficos, de densidade populacional, de desenvolvimento econômico e de qualidade em serviços públicos como Saúde e Educação, Macaé ocupa a terceira posição do ranking, entre as cidades do Estado do Rio de Janeiro.

Diante das expectativas de retomada das atividades offshore, através do desenvolvimento de novos projetos de exploração e também da revitalização dos chamados “campos maduros”, o município antecipou-se com o lançamento do Programa de Desenvolvimento Avança Macaé que garante uma injeção de novos recursos e investimentos. Além de aumentar a oferta de equipamentos públicos, o projeto diversifica seu arranjo produtivo, permanecendo no petróleo e gás e expandindo para outros setores.

Atualmente, as obras de reforma estrutural da pista do Aeroporto, vão garantir o aumento do PCN (Paviment Classification Number), que permitirá o retorno dos voos comerciais, através da operação de aeronaves que trafegam hoje nas rotas aéreas regionais.

A cidade vive também a expectativa do início das obras do Tepor, que esta semana foi colocada como uma das prioridades da gestão do novo governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.