Estradas e Bandeiras: FUG-RJ dá posse à nova diretoria e anuncia planejamento de ações para 2018

Estradas e Bandeiras: FUG-RJ dá posse à nova diretoria e anuncia planejamento de ações para 2018

Compartilhe isso:

A nova diretoria da FUG-RJ para o próximo biênio (2018-2019) tomou posse em auditório lotado durante o evento “Estradas e Bandeiras” na tarde de quinta-feira (09/11), na sede do PMDB-RJ, no Centro do Rio. O encontro reuniu coordenadores, alunos e mediadores municipais. Além de destacar as realizações da fundação em 2017 e anunciar as diretrizes para intensificar as atividades  pelo interior do estado para o próximo ano, a nova diretoria fez homenagens aos mediadores e ao presidente do partido no estado, deputado Jorge Picciani.

O presidente da FUG-RJ, Amaury Cardoso, assumiu seu quarto mandato e ressaltou a importância de incentivar a capacitação política da população, em especial da juventude: “Agradeço ao presidente Jorge Picciani por confiar a mim a gestão da FUG novamente. A mudança da sociedade está na participação dos cidadãos, mas ela deve ser ainda mais qualificada”, disse Amaury, afirmando ter na figura política de Ulysses Guimarães uma inspiração.

Entre as ações anunciadas para 2018, ele destacou a interiorização das atividades para todas as regiões do estado e parcerias com institutos e associações para promoção dos cursos da FUG-RJ. Segundo o presidente, outra novidade pleiteada pela fundação é a criação de um curso de pós-graduação em Ciência Política. “A solicitação do curso está sob análise do Ministério da Educação, e teremos uma resposta o mais breve possível”.

A nova equipe da FUG-RJ também é composta pelo vice-presidente José Niemeyer; o secretário-geral Richard Nixon; a tesoureira Berenice de Aguiar; a diretora de Formação e Capacitação Sávia Midiã; a diretora de Movimentos Sociais Kátia Lôbo; a diretora de Planejamento e Projetos Juliene Salviano, e o diretor de Suporte e Gestão Rodrigo Fioravanti.

“Estou extremamente feliz e bastante motivada principalmente em ver o auditório lotado. Foi realmente muito significativo para todos nós da diretoria da FUG-RJ, principalmente para os mediadores. O sentimento é de dever cumprido e, como diretora de Formação e Capacitação, manterei o mesmo modelo de gestão que venho realizando. Priorizar a qualidade dos mediadores e não a quantidade”, afirmou Sávia Midiã satisfeita em ter sido eleita diretora do Ensino à Distância.

Para o secretário de gestão da FUG Nacional, Francisco Donato, que foi homenageado com uma medalha, a FUG-RJ assume um protagonismo no estímulo à participação popular na política em um período do Brasil de clara rejeição à prática política. “Ninguém quer hoje discutir política, mas, por exemplo, quer criticar o fundo partidário sem entender como ele funciona. A fundação do Rio ocupa esse espaço porque é vanguarda em promover a troca de experiências entre os alunos”, frisou Donato.

Além de Francisco Donato, o “Estradas e Bandeiras” concedeu homenagens aos mediadores Anderson Pedrinha (Itaboraí), Ana Letícia (Duque de Caxias), Roger Arcanjo (Duque de Caxias), Jorge Salgadinho (comunidade do São João, no Rio), Richard Nixon (Três Rios), Wesley Barreto (Petrópolis) e Bernardo Batista (Niterói).