Deputado Max Lemos presta contas de seu mandato na periferia de Nova Iguaçu

Deputado Max Lemos presta contas de seu mandato na periferia de Nova Iguaçu

Compartilhe isso:

Final de semana intenso para o deputado estadual Max Lemos (MDB). Ele esteve prestando contas de seu mandato com lideranças de vários bairros da periferia de Nova Iguaçu. “Foram dias incríveis, de agenda extensa e vasto calor humano na Baixada Fluminense”, assegurou.

Segundo o parlamentar, é através dos contatos populares que surgem os melhores projetos de interesse público. No bairro Valverde, em Nova Iguaçu, o deputado recebeu pedido de ajuda dos motoristas de transportes complementares.

No bairro Dom Bosco, o encontro foi organizado pelo jovem Rafael de Jesus, que reuniu vizinhos e vários amigos. Depois de destacar sua atuação como deputado, o desemprego foi o tema em questão. Todos reclamaram a falta de oportunidades no município, que lidera o ranking nacional do desemprego. “Precisamos mudar este quadro negativo”, disse o deputado.

Outra reunião aconteceu no bairro Cerâmica, organizada pelo líder comunitário Geovane. “Muita gente boa reunida. Foi ótimo conversar, ouvir reivindicações e conversar com Batiá e com o Geovane. Fico feliz em saber que as pessoas reconhecem nossa trajetória”, destacou Max.

Em Vila da Cava, o deputado foi recebido por Matheus Rocha, morador da localidade. Max e os moradores participaram de um café da manhã. O parlamentar ficou satisfeito coma reunião. “Como fiquei grato com a recepção que tive em Vila de Cava, ao lado do amigo Matheus Rocha. Sensacional a maneira como fui recebido pelos moradores e comerciantes”, afirmou Max. “Conversamos sobre a necessidade de estimular o desenvolvimento econômico, fundamental para o crescimento da região, que há anos agoniza com a ausência do poder público. A única agência bancária está indo embora, prejudicando comerciantes e moradores. Vila de Cava precisa mudar. Nova Iguaçu pode muito mais”, finalizou Max.

O deputado esteve também em Miguel Couto, onde encontrou a unidade de saúde 24 horas sem funcionar, fechada, segundo os moradores da região, há quase três anos. “É inacreditável um equipamento tão importante e necessário para população sem funcionar”, ressaltou. O deputado visitou ainda no Bairro Campo Belo, acompanhado do comerciante Fábio da Rodilândia e do pastor Alexandre Paulo, participou de grupo de orações e conversou com os moradores.

No eixo da Estrada Abílio Augusto Távora (antiga Estrada de Madureira) Max Lemos participou de um encontro, no Bairro Valverde, com dezenas de motoristas de transportes complementares, organizado por Deyverson Mendes, 33, popularmente conhecido como Deivinho do Social. Durante o encontro, os condutores de vans pediram ajuda do deputado. Eles defendem a legalização do transporte, que segundo os motoristas, é discriminado pelo governo municipal.

“A prefeitura está dificultando o nosso trabalho. Além de mudar os pontos de embarque e desembarque, colocando mais distante do centro, faz exigência descabível.  Antes eram 330 permissões de trabalho, agora apenas 152. Não há interesse na legalização”, reclama Deivinho, que trabalha no transporte há mais de 15 anos.

“É preciso legalizar e dar dignidade a essa categoria. Chega de tanto descaso. Isso não é normal”, afirmou o deputado.