Cursos gratuitos: Parceria entre prefeitura de Petrópolis e Fundação Ulysses Guimarães

Cursos gratuitos: Parceria entre prefeitura de Petrópolis e Fundação Ulysses Guimarães

Compartilhe isso:

Dicção e oratória, cidadania e Gestão Pública. Esses são alguns dos cursos oferecidos gratuitamente pela Fundação Ulysses Guimarães e que serão ofertados em Petrópolis graças a uma parceria entre a fundação e prefeitura de Petrópolis. A intenção é de que cursos da fundação sejam disponibilizados em alguns CIDs – Centros de Inclusão Digital.

A parceria foi confirmada durante uma reunião nessa sexta-feira (08.02) com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, o Coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Dalmir Caetano e Wesley Barreto, da Coordenadoria da Juventude.

“Essa é uma boa notícia para os petropolitanos que poderão se capacitar e aproveitar todo o conteúdo desses cursos que podem fazer a diferença no seu campo de atuação. Vamos planejar um curso de Gestão Pública para os servidores que quiserem participar e estudaremos os CIDs onde as aulas serão disponibilizadas”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Segundo o presidente da Fundação no Estado do Rio, Amaury Cardoso, 272 mil pessoas já participaram dos cursos ofertados gratuitamente pela fundação no Brasil. “E agora comemoramos a chegada em Petrópolis. Há doze anos iniciamos a oferta do ensino a distância, com todo o material disponibilizado gratuitamente e certificação reconhecida pelo Ministério da Educação. São vários cursos e nesse primeiro momento vamos atuar com três em Petrópolis”, disse Amaury.

As equipes da Secretaria de Desenvolvimento e a Coordenadoria da Juventude definirão os CIDs onde os cursos serão oferecidos e montarão a grade com as aulas. Após esse trâmite serão abertas as inscrições.

“Muito importante para a cidade conseguir mais uma parceria que beneficiará principalmente os moradores dos bairros. Conhecimento nunca é demais e tenho certeza que os cursos formarão muitos profissionais”, contou Wesley Barreto.