Cinco minutos com Pedro Paulo: ‘Pretendo manter a trajetória de transformação iniciada pelo Eduardo Paes e avançar nas conquistas para o Rio de Janeiro'

Cinco minutos com Pedro Paulo: ‘Pretendo manter a trajetória de transformação iniciada pelo Eduardo Paes e avançar nas conquistas para o Rio de Janeiro'

Compartilhe isso:

pedroCandidato do PMDB à Prefeitura do Rio de Janeiro, Pedro Paulo fala sobre seu  conhecimento dos projetos da Prefeitura, por ter sido secretário de Coordenação de Governo, detalha o que pode ser feito para a cidade seguir crescendo, e diz que pretende manter a transformação do Rio iniciada pela atual gestão.

1) Como fazer o Rio de Janeiro continuar crescendo após as Olimpíadas?

Não tenho dúvidas de que a cidade do Rio pode se desenvolver muito mais depois dos Jogos Olímpicos. No meu programa de governo está previsto um volume de investimento de R$ 33 bilhões nos próximos quatro anos. A Prefeitura é capaz de investir isso e os 25 principais pontos do nosso programa vão gerar 112 mil novos empregos entre temporários e permanentes. Além disso, vamos continuar os investimentos em mobilidade, com os BRTs e a conclusão do VLT, com sua extensão até a Zona Sul.

2) Como fazer o Rio de Janeiro continuar avançando em meio a um momento de crise do país?

Vamos desenvolver os potenciais da cidade, como o turismo, com a construção de um novo centro de convenções de porte médio. Mas é preciso ter competência e conhecer a cidade para poder fazer tudo isso. Minha experiência como secretário da Casa Civil será muito importante. É preciso conhecer a cidade, conhecer os números, o orçamento e saber tomar decisões. Isso ninguém tem melhores condições de fazer do que eu. Quem acha que tudo vai dar errado são os mesmos que disseram que não deveríamos ter derrubado a Perimetral ou assumido os hospitais estaduais da Zona Oeste (Albert Schweitzer, em Realengo, e Rocha Faria, em Campo Grande). São os mesmos que dizem que tudo vai parar depois dos Jogos Olímpicos. A situação da Prefeitura é totalmente equilibrada e estamos deixando um legado de transformações sem igual, como os BRTs, a revitalização do Centro, o VLT e muitas outras conquistas, como as Clínicas da Família.

3) Como foi a escolha da sua vice, Cidinha Campos?

Fizemos uma coligação com o PDT, que é um partido de tradição, com ótimos nomes nos seus quadros. A escolha da deputada Cidinha Campos como candidata a vice na nossa chapa me encheu de orgulho. Ela é uma pessoa combativa e sei que vai trabalhar sempre pelos menos favorecidos. Vai ser um luxo poder contar com alguém que tenha a experiência política e de vida da Cidinha.  Ela vai ser uma figura muito importante na minha administração.

4) Espera contar com o apoio do presidente Michel Temer?

O presidente Michel Temer é do meu partido e acredito que o país está virando a página da crise política e econômica que vivemos ao longo dos últimos anos. Criamos na cidade o hábito de trabalhar em parceria e pretendemos seguir nesse caminho.

 5) Qual a mensagem que gostaria de deixar para a população do Rio de Janeiro?

Gostaria de dizer ao povo do Rio de Janeiro que não podemos entregar o futuro da nossa cidade aos que querem retroceder nas conquistas obtidas pela cidade. Vou saber ouvir a todos e desejo manter a trajetória de transformação iniciada pelo prefeito Eduardo Paes.