Calendário ‘Rio de janeiro a janeiro’ promete movimentar economia da cidade

Calendário ‘Rio de janeiro a janeiro’ promete movimentar economia da cidade

Compartilhe isso:

rioO governador Luiz Fernando Pezão participou, neste domingo (24/9), do lançamento do calendário “Rio de Janeiro a Janeiro”. Idealizado por empresários do setor de entretenimento e com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura do Rio, o projeto do governo federal inclui 100 eventos estratégicos nos segmentos de cultura, esporte, turismo e negócios para 2018. O programa deve aumentar em 20% o fluxo de turistas, gerando R$ 6,1 bilhão na economia da cidade e gerando 170 mil empregos.

– Vamos apoiar a realização do calendário através da lei de incentivo à cultura. Iremos realizar um estudo sobre esses eventos com as empresas do setor – disse o governador.

O calendário foi estruturado e viabilizado com o auxílio da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Um grupo de trabalho, com subsídios da Prefeitura, do governo estadual e de empresários, realizou um levantamento de eventos recorrentes e inéditos, que foram avaliados pela FGV de acordo com cinco critérios: atrações de turistas, investimentos, gerações de negócios, emprego e renda, inclusão social e potencial de continuidade e expansão.

Entre os eventos do calendário estão o Réveillon de Copacabana, Carnaval de Rua, Desfile das Escolas de Samba, Comida di Buteco, Abertura do Campeonato Brasileiro, Maratona do Rio, Rio Gastronomia, Rio Oil & Gas e Circuito Moda Carioca. 

– Há muitos eventos de Economia Criativa que já acontecem tradicionalmente no Rio, mas temos planos de realizar outros, com capacidade de atrações de turistas e negócios. Essa é a vocação do Rio. O Turismo responde por 4% do PIB do estado, e a Indústria Criativa, 3%. O Rio é a porta de entrada do país – explicou o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

Incentivos

Os eventos que receberem a chancela do “Rio de Janeiro a Janeiro” poderão ser apoiados pelo Governo Federal por meio de patrocínios de empresas estatais e do uso das leis federais de incentivo à cultura e ao esporte, além das leis estaduais de incentivo à cultura e ao esporte (ICMS) e do apoio financeiro e logístico da Prefeitura e do Governo do Estado.

Outros eventos poderão receber a chancela. O Ministério da Cultura receberá inscrições de 16 de novembro a 15 de dezembro, por meio de um formulário a ser disponibilizado no site www.cultura.gov.br. A FGV fará a análise desses eventos com base nos cinco critérios, e o resultado será anunciado em janeiro. 

O calendário “Rio de Janeiro a Janeiro” é uma das inciativas do Programa Federal de Apoio à Recuperação do Rio de Janeiro, formado por três frentes de atuação: segurança pública, recuperação fiscal e desenvolvimento. 

Também participaram do evento os secretários da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, de Turismo, Nilo Sergio Felix, e de Cultura, André Lazaroni; o empresário Roberto Medina; o secretário-geral da Presidência da República, Moreira Franco; os ministros do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, e de Turismo, Marx Beltrão; e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.
 

Fonte. Portal Governo do Estado do Rio