“Café com Política” encerra o ano de 2017 com debate sobre segurança pública

“Café com Política” encerra o ano de 2017 com debate sobre segurança pública

Compartilhe isso:

As origens e alternativas para a crise na segurança pública no Brasil foram assuntos tratados no último debate do “Café com Política” do ano de 2017, promovido pela Fundação Ulysses Guimarães (FUG/RJ) na sede da Prefeitura de Petrópolis. O encontro com o tema “Caos social x Segurança pública – A responsabilidade é de quem?” teve como palestrante o policial civil e pós-graduado em Direito Penal, Beto Chaves.

O objetivo do encontro foi debater a origem da violência urbana e a relação da sociedade com as forças de segurança pública. O evento é resultado de uma parceria entre a FUG-RJ e a Coordenadoria de Juventude de Petrópolis, e é a primeira edição do “Café com Política” realizada no município. “Boa parte dos jovens deseja discutir política, mas acaba desistindo. Queremos tornar a política um assunto mais acessível e menos burocrático, com debates descontraídos sobre temas importantes para a sociedade”, frisa o coordenador municipal da juventude de Petrópolis, Wesley Barreto.

Beto Chaves, que também é coordenador do programa estadual “Papo de Responsa”, vinculado à Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), buscou conscientizar os espectadores desenvolver um olhar aprofundado quanto ao tema da segurança pública e articular a violência com os problemas sociais. “É importante andar pelo nosso estado, entre as coordenadorias de juventude, para refletir sobre segurança pública em um cenário macro. Tivemos um encontro entre pensamentos acadêmicos e práticas cotidianas”, afirmou.

A diretora da FUG-RJ Juliene Salviano destacou a importância de expandir os debates do programa “Café com Política” para o interior do estado e a parceria da FUG com site “Brasil Paralelo”: “Essa edição abordou temas áridos com facilidade e leveza, como questão social, a segurança pública e educação. Também foi um evento inédito, pois foi o primeiro que realizamos uma parceria que fechamos com o Brasil Paralelo. Exibimos um vídeo produzido por eles na introdução sobre o tema da segurança pública”.