5 minutos com Terezinha Lameira: ‘Temos o dever de promover a cidadania das cariocas’

5 minutos com Terezinha Lameira: ‘Temos o dever de promover a cidadania das cariocas’

Compartilhe isso:

1380148_10200110144191242_941718412_nA pedagoga e militante do PMDB Mulher-RJ, Terezinha Gomes Lameira assumiu a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM-Rio) da Prefeitura do Rio. Defensora, de longa data, da promoção dos direitos femininos, ela conta sua experiência e como pretende dar continuidade às políticas públicas já implantadas no município.

1.    Como começou a se envolver com política?

Meu envolvimento com a política começou por ser professora e acompanhar os movimentos por educação quando ainda era filiada no PDT. Sempre me engajei em defender as minhas ideias, e acredito que, como profissional de educação, ganhei experiências fazendo de tudo um pouco. Fui convidada para a Secretaria de Estado da Educação, cheguei à presidência da Faetec e depois fui vice-presidente da FESP-RJ. Eu retornei à Prefeitura do Rio, em 2009, com a missão de implantar a coordenadoria de políticas para as mulheres. Agora, estou voltando como secretária. Toda a minha formação sempre foi voltada para a área social e, a partir de 2009, passei a atuar com o movimento de mulheres do PMDB.

2.     Como foi convidada para integrar a secretaria?

O convite para a secretaria partiu do prefeito Eduardo Paes. A secretaria é um espaço de reconhecimento das lutas da PMDB Mulher. Nós estamos construindo há muito tempo essa oportunidade de participação.

3.     O que motiva sua participação na secretaria?

A luta pelos direitos das mulheres vem sendo travada há muitos anos por muitas companheiras que nos antecederam e fizeram que nossas bandeiras pudessem ser levantadas. Nosso principal objetivo é trabalhar pelo empoderamento e autonomia das mulheres, e temos o dever de promover a cidadania das cariocas.

4.     Quais medidas pretende desenvolver à frente da pasta?

O Brasil é signatário de acordos internacionais sobre direitos das mulheres, assim como o município do Rio está integrado aos programas de promoção de empoderamento feminino a nível federal e estadual. Temos hoje uma casa de abrigo, o Centro Especializado de Atendimento à Mulher Chiquinha Gonzaga, na Praça Onze, e duas Casas da Mulher Carioca, em Madureira e em Realengo. Não queremos a descontinuidade de nenhuma das ações da secretaria. Nossa prioridade é fazer bem o que já está sendo feito agora, ampliando o antedimento.

5.     Como avalia o papel do PMDB Mulher na discussão de políticas voltadas para as mulheres do estado?

O PMDB Mulher tem uma ação contínua e muito importante na implementação de políticas, tendo em vista todas as leis que já conseguimos aprovar, e as atividades que são organizadas mensalmente pelo partido. O PMDB Mulher dispõe de uma estrutura partidária que dedica suas atividades o ano inteiro voltada para lutar por mais direitos.